NOTÍCIAS

03 de Setembro de 2018
“Há dias em que tudo muda…” - Conclusão do Geo2018 – Campo de Formação Internacional
“Há dias em que tudo muda…” . Esta foi uma das principais conclusões do Geo 2018 por parte dos mais de 100 jovens líderes que participaram na edição deste ano. Esta ideia surge na sequência da reflexão de que há oportunidades que alteram por completo o panorama de vida de cada um e cabe a cada individuo, nomeadamente os jovens, saber ler os sinais. Os participantes salientaram que estas oportunidades nos surgem nos projetos que abraçamos, nas ações de capacitação e voluntariado em que nos envolvemos e no desejo que não ter medo de arriscar, embora de forma consciente.
 
O mês de agosto foi intenso com nova edição do Geo 2018 que envolveu mais de 110 jovens entre os 14 e os 30 anos em Campos de Formação e Aventura Internacionais. Da Serra da Estrela à Calheta, nos Açores, na Ilha de São Jorge, estiveram participantes de Portugal, Alemanha e Luxemburgo, em ações de capacitação não formal apoiadas, pelo Programa Erasmus +, nomeadamente o Projeto SER.
 
A cada grupo de trabalho foi atribuído um Animador que teve a designação de Mestre, sendo que cada um dos participantes teve a designação de Aprendiz. Cada participante desenhou o seu próprio caderno de encargos com iniciativas concretas que vai levar a cargo logo após os projetos de mobilidade assentes nos objetivos das ações de formação desencadeadas.
 
Entre outros, os objetivos trabalhados tiveram como base o desenvolvimento de novas metodologias de educação não formal no de combate aos comportamentos aditivos com a tecnologia. Pretendia-se, capacitar os jovens participantes a desenvolver ferramentas de autoanalise e pensamento crítico que lhes permitissem readquirir competências ao nível do envolvimento social e capacitação para socialização e intervenção nas suas comunidades de pertença. Por outro lado, foi possível capacitar trabalhadores de juventude para lidar com esta problemática através de novos modelos pedagógicos, ao mesmo tempo que desenvolviam um trabalho de integração acompanhado e planeado junto de jovens com necessidades especiais ou vítimas de exclusão.
Facebook Google Twitter